Mais de 50% das famílias baianas ainda resiste em doar órgãos

Na Bahia, 52% das famílias se nega a realizar a doação de órgãos de parentes falecidos. Apesar disso, a porcentagem apresenta uma melhoria em comparação a dois anos atrás, quando as negativas chegavam a 70%.

A coordenadora do Sistema Estadual de Transplantes, Rita Pedrosa, disse ao jornal Correio que maior aceitação das doações se deve ao trabalho de capacitação realizado nas equipes de saúde no interior do estado, e que a meta de 15 doações por mês para cada tipo de órgão está cada vez mais próxima de ser alcançada.

Cada doador pode salvar pelo menos sete vidas, segundo os médicos. A doação é gratuita, e é importante conversar com os familiares e deixar claro o desejo de ser doador. No ano passado, foram realizados 873 transplantes na Bahia, entre córnea, rins, medula óssea, fígado e coração.

 

Fonte:metro1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: