Festival de Forró da Chapada segue até este sábado

O gênero musical que tem a cara do Nordeste ganha evento especial na cidade de Mucugê. Até este sábado, 14, acontece a primeira edição do Festival de Forró da Chapada. O evento, que começou na quinta, 12, tem como organizador o mestre da sanfona, Targino Gondim.

“Sempre tive vontade de participar do São João de Mucugê, mas nunca deu certo. Em uma conversa com o prefeito da cidade, tive a ideia de organizar o festival, comemorar meu aniversário. Convidei vários amigos, eles tomparam, aí deu nessa programação maravilhosa”, afirma Godim.

Grandes nomes do ritmo do forró estarão presentes: Tato Fala Mansa, Genilval Lacerda, Adelmario Coelho, Estakazero, Jó Miranda, Del feliz, Quinteto Sanfônico do Brasil, Flor Serena, Mestrinho, Renato Borghetti, Cezzinha e Zelito Miranda.

“Além re reunir grandes nomes do forró, o festival dá oportunidade a novos talentos. Vai ter muito som de raiz, nosso objetivo é mostrar o valor do forró, que é uma sonoridade base da música popular brasileira. O evento é um grande palco para o forró seguir brilhando”, festeja Gondim.

Além dos show de Targino Gondim e seus convidados, a programação também conta com oficinas gratuitas de sanfona, aulas de dança e forró na praça com a Rural Elétrica.

Raiz

O forrozeiro baiano Zelito Miranda festeja a iniciativa de Targino Gondim. “Esse evento foi uma sacada muito boa de Targino e da prefeitura da cidade. A Bahia era carente de um festival destinado ao forró, trilha sonora da maior festa do Brasil, o São João”, celebra.

“Será um grande encontro, um ponto de reflexão sobre o forró. Não tenho nada contra as variantes do forró, mas esse é um espaço para o pé de serra, pois não podemos perder nosso essência, nossas raízes”, ressalta Zelito.

Léo Macedo, da banda Estakazero, também comemora a realização do festival. “Precisamos fortalecer essa iniciativa do Targino. Espero que fique para sempre no calendário cultural da Bahia. Isso proporciona a renovação do forró e oferece oportunidades aos novos artistas”, destaca.

“Com o evento, ganhamos nós o artista, ganha o forró tradicional, o autêntico pé de serra, ganha a cidade e a Chapa Diamantina, que se consolida como espaço de eventos culturais e destino turístico”, disse Léo Macedo.

A banda Estakazero aproveitará o festival para lançar o Estaka Elétrica, um micro-trio que vai percorrer as ruas de Mucugê na tarde de sexta-feria.

Durante três dias, Mucugê será a capital do forró. Um grande arraial fora de época.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: