Lauro de Freitas: Votação do reajuste nos salários de vereadores e prefeito foi adiada

O reajuste de mais de 20% nos salários dos vereadores, secretários, prefeito e vice-prefeito de Lauro de Freitas, que deveria ter sido votado nesta quarta-feira (9), foi adiado sem justificativa prévia. O projeto de lei foi apresentado pelo presidente da casa, Rosalvo (Rede), no dia anterior. Se aprovado pela Câmara Municipal, os novos salários entrarão em vigor a partir de 1º de janeiro do próximo ano. A proposta é que os salários dos vereadores aumentem em 20%, passando de R$ 10 para R$ 12 mil, dos secretários em 35,7% indo de R$ 14 para R$ 17 mil, do vice-prefeito de R$ 10 para R$ 13 mil aumentando 30%, e do prefeito iria aumentar 30% passando de R$ 20 para R$ 26 mil. Servidores municipais e grupos políticos do município da região metropolitana ameaçaram realizar protestos na cidade. Segundo informações de bastidores, a repercussão negativa foi um dos motivos do adiamento. A Lei da Responsabilidade Fiscal sugere que a votação iria se configurar como um ato de improbidade administrativa, por conta da perda de prazo. Já o Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia (TCM), recomenda que aos gestores realizem votações desse teor até 30 dias antes das eleições municipais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: