Barreiras: TJ-BA desbloqueia bens de empresa acusada de fraude em licitação

Uma decisão publicada nesta segunda-feira (10) desbloqueia os bens de uma empresa de contabilidade acusada pelo Ministério Público Estadual (MP-BA) de participar de uma licitação irregular com a prefeitura de Barreiras, no oeste baiano. A decisão anterior, da 1ª Vara de Fazenda Pública da Comarca de Barreiras, tinha determinado o bloqueio de bens do prefeito da cidade, Antonio Henrique (PP) e de outros envolvidos na contratação, em até R$ 2,1 milhões. À época do bloqueio dos bens, o MP sustentava que a contratação com dispensa de licitação não deveria ocorrer “por haver a possibilidade de competição”. O Ministério Público ainda afirmavam que o serviço não exigia “singularidade”. Pela decisão desta segunda, publicada no Diário da Justiça Eletrônico, o desembargador Raimundo Sérgio Cafezeiro determinou o desbloqueio das contas da Congep e do sócio da empresa Márcio Rewter Fernandes Batista. Da empresa, foram liberados R$ 758,7 mil e do sócio, R$ 5,3 mil. A sentença de Cafezeiro, no entanto, não liberou dos bens do prefeito, que continuam retidos até julgamento final.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: