Delação bombástica da Odebrecht envolve Temer e José Serra

Investigadores da Operação Lava Jato estão recebendo informações importantes sobre dois nomes importantes do Governo Federal

Os jornais deste domingo (7) estão publicando informações importante sobre as delações premiadas de executivos da Odebrecht. Os investigadores da Operação Lava Jato estão recebendo informações importantes sobre dois nomes importantes do Governo Federal: o presidente interino Michel Temer e o ministro José Serra.

O empresário Marcelo Bahia Odebrecht afirmou, segundo o jornal O Estado de São Paulo, que repassou R$ 10 milhões em dinheiro ao PMDB, em 2014, a pedido de Michel Temer. A assessoria de imprensa do Palácio do Planalto confirmou que Temer e o empresário se encontraram há dois anos, mas afirmou que todo o dinheiro repassado pela empreiteira está de acordo com a legislação eleitoral.

Já a Folha de S. Paulo informa que executivos da Odebrecht afirmaram aos investigadores da Operação Lava Jato que a campanha do hoje ministro das Relações Exteriores, José Serra (PSDB-SP), à Presidência da República, em 2010, recebeu R$ 23 milhões da empreiteira via caixa dois. Em nota, Serra afirmou que a campanha dele durante a disputa a Presidência da República em 2010 foi conduzida em acordo com a legislação eleitoral em vigor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: